A anemia do tipo ferropriva é a mais comum entre os que possuem anemia, que é causada pela deficiência de ferro no organismo. A falta desse nutriente acarreta na má formação da hemoglobina e da mioglobina, que são responsáveis pelo transporte de oxigênio.

A alimentação adequada pode reverter o quadro de anemia quando for fraca, se a doença estiver em um nível avançado será recomendado o uso de suplementação alimentar. Porém, apenas consumir alimentos ricos em ferro não são o suficiente, é necessário combinar diversos nutrientes, principalmente a vitamina C, pois aumenta a absorção do ferro.

Verifique quais nutrientes devem ser consumidos para prevenir a anemia:

Ferro: Fundamental na prevenção da anemia ferropriva, pode ser facilmente encontrado em alimentos como carne vermelha, fígado, aves, peixes, verduras de folhas escuras e legumes.

Vitamina A: Facilita o transporte do ferro armazenado no fígado para o sangue. A principais fontes dessa vitamina são os alimentos alaranjados ou verde-escuro.

Ácido fólico: A falta desse nutriente diminui a concentração de células sanguíneas, prejudicando o transporte de oxigênio, provocando a anemia megaloblástica. Para evitar, consuma folhas verde-escuras, fígado, ovos e gérmen de trigo.

Vitamina B12: Atua diretamente com os folatos auxiliando no transporte do oxigênio e na produção dos glóbulos vermelhos. Os alimentos ricos em vitamina B12 são as carnes, ovos, leite e derivados.

Vitamina C: O que essa vitamina faz é auxiliar a absorção do ferro encontrado nos alimentos, por isso é recomendado consumir frutas cítricas como sobremesa.

Alimentos amargos: Os alimentos com gosto amargos como o jiló, agrião, chicória, almeirão e alcachofra são bons para o organismo, pois estimulam a secreção das enzimas digestivas, facilitando a absorção de ferro, do ácido fólico e das vitaminas do complexo B.

Cobre: A deficiência desse nutriente interfere na formação da hemoglobina, podendo provocar a anemia. O cobre pode ser encontrado em ostras, lulas, siris, amendoim, nozes, passas, feijão e outros.

Mas atenção deve-se tomar cuidado com as combinações que são feitas, pois o consumo elevado de cálcio, fibras, taninos e fitatos reduzem em 50% a capacidade de absorção do ferro, pois o tornam insolúveis.