Pessoas que estão começando a se exercitar e constantemente aumentando a intensidade do treino podem sentir dores na região da canela, como se fossem fisgadas, que após um tempo desaparecem e após o corpo esfriar, ela volta de novo. Fique atento, essas dores desagradáveis podem ser sinais de canelite.

A canelite é um processo inflamatório que atinge o osso da tíbia ou os tendões e os músculos que a cercam. A dor é muito comum em pessoas que praticam atividade física e é causada pelo uso excessivo das pernas. Porém o excesso de atividade não é a única causa, essa inflamação também pode ocorrer devido à pisada errada, provocada pela escolha errada do tênis ou pelo piso em que se faz a atividade.

Além das fisgadas na região da tíbia, o atleta também sentirá o amortecimento da área, falta de coordenação para andar, inchaço da canela e caso não seja tratado adequadamente, poderá causar fraturas por estresse.

Se as dores na região da tíbia forem constantes, interrompa a atividade física imediatamente e procure um médico para evitar que vire uma lesão séria. O tratamento consiste na escolha correta do tênis, a técnica de crioterapia (gelo), eletroterapia (controle da inflamação e cicatrização da região), exercícios de fortalecimento da panturrilha e músculos da área posterior da perna.

Para a prevenção da canelite é fundamental a adoção de alguns hábitos, como:

  • Use uma palmilha personalizada de acordo com a sua pisada;
  • Aqueça antes de começar a correr;
  • Se sentir dor, pare imediatamente;
  • Aumentar gradualmente o volume e intensidade do treino;
  • Caso sinta dores, faça compressa de gelo;
  • Fortaleça os músculos da perna;
  • Corra em superfícies adequadas.